Viveiricultura


 



A viveiricultura ou técnica de produção de mudas em viveiro deve ser dominada pelo viveirista que deseja produzir mudas de qualidade.

Os vários tipos de viveiro como os viveiros de produção de eucalipto, viveiro de pinus, viveiro de ornamentais, viveiro de frutíferas, viveiro de hortaliças, viveiros florestais ou os viveiros de nativas tem necessidades, manejo e planejamento diferentes entre si mas com vários fatores em comum que serão descritos nesse livro. Para elaboração de um projeto de viveiro tanto os projetos simples como um viveiro para nativas ou os mais complexos como um viveiro para propagação de eucalipto clonal é de fundamntal importância o conhecimento das técnicas de propagação e manejo de mudas.
A viveiricultura é uma área do agribussines nacional de grande crescimento, produzindo bilhões de plantas todos os anos. As atividades agrícolas de silvicultura, horticultura, floricultura, fruticultura, cafeicultura, recuperação de áreas degradadas, parques públicos e jardins demandam mudas continuamente. Fomentando o desenvolvimento do setor de viveiros que atualmente existem de todos os tamanhos como negócios familiares, pequenos negócios (hobistas) ou como grandes empreendimentos comerciais empregando dezenas de pessoas e crescendo milhares muitas vezes milhões de mudas. Independente do tamanho o viveiro sempre precisa de bom manejo e ser economicamente viável.

Futuro na produção de mudas.

No mundo a demanda por plantas de vaso experimenta rápido crescimento tendo o EUA como o maior consumidor e produtor, seguido da Alemanha, Itália e França. Os principais exportadores de plantas de vaso são Holanda, Dinamarca e Bélgica. No Brasil a demanda por mudas para jardins é crescente puxada pelo aumento da renda do brasileiro e da crescente venda de casas próprias outros fatores que não podem ser minimizados são o envelhecimento da população e  mudança de estilo de vida.

O negócio de viveiros dedicados a produção de mudas para jardim é muito influenciado pela “moda” ou tendências de consumo de uma determinada espécie ou gênero de planta ornamental. Portanto o viveirista precisa além de produzir mudas com elevado padrão de qualidade manter-se informado com as tendências de mercado ou a moda no consumo de plantas de vaso principalmente. Neste sentido a atualização com revistas do setor, associações de viveiristas, casas de campo especializadas, consultores especializados do setor e programas de televisivos. No período de anos a tendência de consumo de plantas ornamentais pode ser contínua mas pode experimentar variações em curtos períodos.

Viveiristas vendem coisas vivas e como tudo que é vivo está sujeito a influência das condições ambientais, além das pragas e doenças.

Abaixo a Vídeo Apresentação do Livro:

Viveiricultura

Livro Viveiro de Mudas

10 ideias sobre “Viveiricultura

    1. Noryam Editora Autor do post

      Caro Marcos,
      Estamos a disposição.
      Caso deseje adquirir um dos nossos Ebooks em PDF para a leitura mesmo em offline estamos enviando um cupom de desconto ao e-mail cadastrado.
      Obrigado,
      Marcelo Novais
      Noryam Editora

      Responder
    1. admin

      Caro Rafael,
      Os passos são:
      Coloque o E-book escolhido no carrinho de compras.
      Complete seu cadastro.
      Escolha a opção do intermediário de pagamento:
      -Banco do Brasil – qualquer cartão de crédito / transferência / boleto bancário.
      -Itaú – -Banco do Brasil – qualquer cartão de crédito / transferência / boleto
      -Paypal – conta paypal e cartões de crédito.

      Após escolher você será redirecionado para o site dos operadores citados acima.
      Não temos acesso e não ficamos com nenhuma informação financeira do cliente.
      Após aprovado a operação escolhida em até 24 horas liberamos o pedido para o cliente.

      Esperamos ter esclarecido.
      Estamos a disposição para quaisquer dúvidas.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>